quarta-feira, 28 de junho de 2017

SINTRA: LEMBRAR AS PERAS CARAPINHEIRAS...

Cada vez há mais pessoas que desconhecem os sabores antigos de algumas frutas, nomeadamente de algumas variedades de peras, entre elas a carapinheira.


São peras mais pequenas, redondas, muito suculentas e de sabor tão delicioso que constitui um néctar com que anualmente nos deliciamos.


Rigorosamente pura, sem qualquer tipo de química, este é o aspecto da minha pereira carapinheira, que plantei há mais de 20 anos e preservo com o maior cuidado.

Daqui por uns dias, ela irá retribuir tudo, tornando os seus frutos com a coloração ligeiramente amarela que é a sua forma de nos avisar que "está na hora".

Confesso que é, de todas as minhas árvores, a mais fiel. A que garante sempre mais peças de deliciosa degustação, de boa qualidade, em quantidade apreciável.

Face aos ventos que nesta época começam a aparecer, são precisas medidas para que nenhum dos frutos se estrague ao cair, pelo que foi montada uma rede à sua volta.

Felizmente, ainda é possível recordar-se estes pitéus de outros tempos, numa época em que toda a fruta é pulverizada, calibrada e de produção intensiva. 

Esta é uma pereira antiga...nos tempos modernos. 

É a minha pereira. Estou obrigado a preservá-la. 

E a saudá-la, enquanto agradeço. 




  

Sem comentários: